Publicado em

Como fazer frango na cerveja

Para preparar um delicioso frango na cerveja você vai precisar de:

– 1 frango médio cortado em pedaços (2 kg) ou então coxas e sobre-coxas de frango;
– 3 colheres de limão ou vinagre;
– 6 dentes de alho picado;
– 4 colheres de óleo;
– 1 lata de cerveja (clara);
– 2 colheres de sopa de sal, uma pitada de pimenta do reino e tempero verde à gosto (cebolinha, salsinha);
– 1 cebola grande picada;
– Óleo caso for fritar, suficiente para isso.

MODO DE PREPARO:

– Tempere o frango com o sal, a pimenta do reino, o alho, os temperos verdes e o suco de limão ou vinagre, o óleo e a cebola;
– Deixe no tempero por uma hora ou mais na geladeira;
– Coloque os pedaços de frango numa assadeira ou refratário;
– Despeje os temperos por cima e a cerveja por último;
– A cerveja deve estar em temperatura ambiente;
– Leve ao forno médio pré – aquecido para assar até dourar.

Fica uma delícia!! E a cerveja você pode pedir aqui na Bittencourt Cardoso. 😉

Via Tudo Gostoso

Publicado em

Aprenda como acender uma churrasqueira e a preparar a brasa perfeita para o seu churrasco

A água desperdiçada não pode ser aproveitada nem por você, nem pelos outros. Então quando alguém desperdiça todos perdem, inclusive a natureza!

É importante saber: Nas contas de água todo o volume registrado pelo hidrômetro é considerado consumo e esse aparelho apura estes três fatores:

CONSUMO EFETIVO – O que é percebido como consumo real. Varia de acordo com as necessidades em cada domicílio.

DESPERDÍCIO – Perdas voluntárias durante as atividades domésticas e causadas pelo mau uso da água e por maus hábitos.

VAZAMENTO – Perdas involuntárias, geralmente não aparentes, em torneiras, sanitários, caixas d’agua e outros.

Por isso é tão importante evitar desperdícios de água e reparar os vazamentos para conseguir reduzir os valores das suas contas.

Portanto, anota aí as dicas:

– Cheque vazamentos em canos e não deixe torneiras pingando. Um gotejamento simples, pode gastar cerca de 45 litros de água por dia.
– Deixe pratos e talheres de molho antes de lavá-los.
– Aproveite a água da chuva para aguar as plantas e o jardim. As plantas absorvem mais água em horários quentes, então molhe -as de manhã cedo ou no fim do dia.
– Feche a torneira quando estiver escovando os dentes ou fazendo a barba. Só abra quando for usar. Uma torneira aberta por 5 minutos desperdiça 80 litros de água.
– Em vez da mangueira, use vassoura e balde para lavar patios e quintais. Uma mangueira aberta por 30 minutos libera cerca de 560 litros de água.
– Reaproveite a água da sua máquina de lavar para lavar a calçada.
– Saber ler o hidrômetro é muito simples e pode ajudar a detectar problemas como vazamentos, percebidos pelo
consumo fora do normal.
– Não tome banhos demorados, 5 minutos são suficientes. Uma ducha durante 15 minutos consome 135 litros de água.
– Antes de lavar pratos e panelas, limpe os restos de comida com uma escova ou esponja e jogue no lixo.

Gostou das dicas? Então conte aí para a gente o que achou! 😉

Publicado em

A importância de se hidratar mais ainda durante o calor

Chegamos ao final de mês de outubro e já estamos sentindo os efeitos do calor em nosso corpo. Com a aproximação do verão, aumenta a tendência para a prática do exercício físico, porque ir para a praia com aquela barriguinha parece mal, mas a grande maioria continua a desvalorizar a importância da hidratação.

Nos últimos anos a comunidade médica internacional tem alertado bastante para os efeitos benéficos de uma boa hidratação, mesmo para aqueles que possuem um estilo de vida sedentário, existindo diversas recomendações sobre o tema.

Uma vez que a perda de água atinge níveis diferentes entre indivíduos, é difícil encontrar um valor geral para o consumo de líquidos. No entanto, a medida de 1,5 litros de água por dia é muitas vezes apontada como indicativa. A Agência Europeia para a Segurança Alimentar (EFSA) indica que deve ser estabelecida a necessidade diária de consumo de água e líquidos entre 2 e 2,5 litros em homens e mulheres adultas.

Mas esta ingestão deve ser feita de forma faseada ao longo do dia. Beber de uma só vez esta quantidade de água só servirá para aumentar a frequência das deslocações à casa de banho.

ÁGUA É ESSENCIAL, PEÇA A SUA NA BITTENCOURT CARDOSO!

Via Lifestyle.sapo.pt

Publicado em

Curiosidade: como surgiu o delivery?

O serviço de delivery facilita muito a nossa vida, pois cada vez menos queremos sair de casa para buscar ou comprar coisas. E nesse conceito que a Bittencourt Cardoso.
Mas você tem alguma ideia de como surgiu este serviço?
A gente te conta!

Delivery, entrega em domicílio ou tele entrega é denominação comum ao serviço normalmente efetuado por motoboys que destinam alimentos, bebidas ou quaisquer outros produtos, a quem os adquiriu pelo telefone ou pela internet.

Não se sabe dizer quando e nem como exatamente surgiu a prática, mas foi mais ou menos na mesma época em que começou o uso das motocicletas para trabalho. E essa profissão se tornou mais frequente a partir de 1980.

Hoje, com o delivery, ficou muito mais fácil fazer pedidos para degustar em casa, preservando a qualidade, o sabor e a temperatura ideal do produto. Antes, era comum procurar uma empresa, uma pizzaria, por exemplo, nas páginas amarelas, telefonar e buscar o pedido no tempo estipulado.

Era muito normal passar em supermercados, lanchonetes, etc. após o trabalho para providenciar a compra do produto. Com o surgimento da profissão de motoboy, profissionais que fazem serviço de frete em motocicletas de 125 a 250 cilindradas, seu pedido chega em casa em no máximo uma hora.

Curtiu a informação? Esperamos sua resposta!

Publicado em

Benefícios do guaraná para a saúde!

O guaraná é uma fruta da Amazônia que é bem difundida, mas não pelas suas muitas propriedades nutricionais. A nutricionista Clarissa Fujiwara atesta que o guaraná é uma boa fonte de energia e antioxidantes, e que seu consumo pode aprimorar a saúde, melhorar o raciocínio, a concentração e até mesmo aumentar a longevidade. “Além disso, é uma fruta 100% brasileira, e frutas da nossa pátria sempre dão aquele gostinho de lar, doce lar”, diz.

» Antioxidante
O guaraná é um ótimo antioxidante. Em um estudo realizado com indivíduos saudáveis, publicado recentemente na revista britânica Food & Function, foi comprovado que o guaraná é importante fonte de catequinas, com ação antioxidante e propriedades anti-inflamatórias, similar ao que ocorre com alimentos como o chá verde e o cacau.

» Longevidade
A cidade de origem do guaraná, Maués (AM), tem uma das maiores expectativas de vida do país. E como pode isso? Estudiosos têm realizado diversas pesquisas com o intuito de desvendar quais hábitos a população de Maués tem que justificariam esses números, e uma das hipóteses inclui o guaraná. O povo de Maués tem o costume de tomar guaraná todo dia de manhã, o que pode contribuir para prolongar a expectativa de vida local em comparação ao restante do país.

» Raciocínio e concentração
A nutricionista Clarissa Fujiwara explica que a presença de metilxantinas do guaraná, como cafeína, teobromina e teofilina, demonstra efeitos benéficos em atividades cognitivas de raciocínio e concentração. “Isso é devido à melhora da circulação sanguínea nas estruturas cerebrais, permitindo maior fluxo e suprimento de oxigênio e nutrientes na região.”

» Energia
A presença de cafeína nas sementes do guaraná tem o poderoso benefício de ter efeitos energizantes.

» Melhora no metabolismo de gorduras
Se você faz exercícios, o guaraná também pode ajudá-lo: ele contribui na perda de peso por meio da melhora no metabolismo de gorduras. ”Esse processo envolve a liberação de gordura na corrente sanguínea, que acaba ficando disponível para ser utilizada como fonte de energia durante o exercício”, diz Clarissa.

» Forma de consumo e quantidade recomendada
O guaraná é comumente encontrado sob a forma de pó (foto) e, em menor concentração do extrato de sementes de guaraná, na forma de xarope, presente amplamente em bebidas. Apesar de não haver consenso em relação à quantidade indicada para o consumo de guaraná para adultos, orienta-se de uma a quatro colheres de café de pó de guaraná distribuídas ao longo do dia. Para evitar dificuldades para dormir e prejuízo ao sono, aconselha-se evitar o consumo de grandes quantidades de guaraná à noite ou próximo ao horário de dormir.

Peça seu refrigerante de guaraná na Bittencourt Cardoso e conte para a gente o que achou do post! 😉

Publicado em

Como previnir acidentes domésticos com crianças

O Dia das Crianças é uma data superdivertida, afinal crianças são sinônimo de luz e alegria não é mesmo?

Porém, elas também são frágeis e exigem de nós alguns cuidados. Por isso, nós preparamos estas dicas para te ajudar à previnir acidentes domésticos com crianças.

Objetos perigosos

As crianças pequenas não têm capacidade para avaliar o perigo, pelo que qualquer objeto que encontram em casa pode transformar-se num brinquedo muito interessante.
Botões, tampas e rolhas de garrafas, moedas, pregos pequenos, parafusos e até brinquedos com peças demasiado pequenas são uma atração irresistível para crianças até aos três anos, que gostam de levar tudo à boca. Mas consistem um grande perigo, pois as crianças podem engasgar-se e até sufocar.

Causas dos acidentes

Sabia, por exemplo, que as quedas são a principal causa de acidentes domésticos com crianças? Seguem-se os cortes, as queimaduras e as intoxicações.

Atitudes que podem salvar

Não se limite a proibir as crianças de fazerem isto ou aquilo; deve procurar ensiná-las e alertá-las para os riscos que certos atos envolvem, para que elas possam desenvolver a noção do que é o perigo e do que são comportamentos perigosos. Mesmo quando as crianças são pequenas e a explicação requer muita paciência.
E, sobretudo, dê o exemplo: as crianças imitam os adultos.
Sempre que necessário, explique à criança porque é que as suas ações lhe são permitidas a si e a ela não, apontando razões de idade, capacidade, responsabilidade, segurança, etc.

Cuidados com medicamentos

-Todos os medicamentos devem ser guardados fora do alcance das crianças, em lugares altos e, de preferência, em armários ou caixas bem fechadas;
-Não tome, nem dê medicamentos sem prescrição ou orientação médica;
-Não deixe os seus medicamentos ao alcance das crianças e, de preferência, não os tome à frente delas, pois estas tendem a imitá-lo;
-Não use remédios cujo prazo de validade já expirou ou cujas embalagens estão deterioradas. Junte-os e entregue-os na farmácia mais próxima.
Cuidados com escadas.

As dicas foram úteis para você? Conte para a gente!

E um Feliz Dia das Crianças à todas elas!

Via Defesa Civil

Publicado em

Saiba escolher a cerveja certa para cada momento ou refeição

Beber boas cervejas está cada vez mais ao alcance de todas e todos. Os tempos em que elas eram divididas em claras/fracas e escuras/fortes ficaram para trás; hoje, elas podem ser leves, encorpadas, amargas, docinhas e muito mais.
Mas sabemos que nem todo mundo pode fazer cursos ou tem tempo para se aperfeiçoar no assunto, portanto vamos te dar uma ajudinha para escolher aquele tipo de cerveja certo para cada momento da sua vida! 😉

Confira:
Cerveja Lager
É uma cerveja de baixa fermentação, a mais popular que existe – cerca de 90% das cervejas do mundo são lager. Clarinha e amarga, deve ser servida o mais gelada possível.

Cerveja Pilsen
É uma espécie de “evolução da lager”. Só foi possível por causa da invenção da geladeira, que permitiu que sua fermentação fosse feita sob temperaturas menores. Também é clarinha, mas puxa mais para o dourado, e amarga, com um toquezinho floral.

Cerveja Bock
Avermelhada, maltada e mais alcoólica que a Lager e a Pilsen, é um bom tipo de cerveja para começar a se acostumar com sabores mais encorpados da bebida.

Cerveja Ale
É uma cerveja de alta fermentação, feita em temperaturas mais altas. A característica mais marcante de seu sabor é ser frutado com um toque de especiarias. A maioria das cervejas inglesas é Ale, assim como as belgas.

Cerveja Weiss
Com maltes de trigo e de cevada, ela é beeem mais clarinha e tem um cheirinho de frutas e cravo da Índia. Desce bem suave na garganta.

Cerveja India Pale Ale (IPA)
Super amarga e bem alcoólica, mas ainda assim fresquinha, a IPA foi criada para que os ingleses aguentassem a viagem de navio da Inglaterra à Índia, então já dá para imaginar o efeito dela, né?

Cerveja Amber Ale ou Red Ale
São as cervejas vermelhas (ou âmbar), originais do Reino Unido e dos EUA. Têm um gostinho de malte tostado e são amarguinhas.

Cerveja Strong Ale
O nome já entrega: são as cervejas ales mais fortes. Sempre douradas, podem ser mais claras (não tanto quanto as lagers) ou mais escuras e quase avermelhadas (não tanto quanto as amber ales).

Cerveja Barleywine
Bem maltada, bem alcoólica, bem docinha, ela é que nem vinho: pode ficar guardada e quanto mais velha, melhor – desde que armazenada adequadamente, claro, longe da luz e do calor excessivo.

Cerveja Stout
É a velha e boa cerveja preta. Normalmente é doce, seja suave ou seca. Grossa, quase dá para comer às colheradas (um pouco de exagero… mas só um pouco!).

Cerveja Dubbel
Docinha docinha, a cerveja dubbel chega a ser achocolatada. Sério! Algumas variações são também carameladas. Irresistível para quem tem o paladar mais adocicado.

Cerveja Porter
Escura e leve, era a favorita dos estivadores britânicos e hoje agrada aos paladares que preferem cervejas adocicadas e com um fundinho de gosto torrado.

E,aí anotou aí todos os tipos de cerveja? Agora então é só escolher o tipo certo para cada momento e curtir!
Aproveite para pedir a sua na Bittencourt Cardoso.

Via MdeMulher

Publicado em

Entenda a diferença entre água mineral e água de rios e lagos

A qualidade da água que é consumida reflete diretamente na saúde do consumidor. Por isso a importância de ficar atento e saber sobre a origem e a melhor forma de cuidar dessa substância essencial à vida. O biólogo Pedro Zagatto explica que nem todas as águas são iguais: a oriunda de mina (mineral), não passa por qualquer tipo de tratamento e possui menor diversidade de minerais do que aquela proveniente de rios e represas, que é captada e distribuída à população após tratamento.

“A água mineral tem origem em uma fonte única, então pode apresentar baixa quantidade de elementos naturais, como cálcio e magnésio. Por isso, só pode ser comercializada se possuir sais minerais em quantidades mínimas estabelecidas por lei”, afirma. É o caso, por exemplo, da Itati, que é comercializada com todos os sais minerais dentro da quantidade estabelecida na lei.

Já a água de rio, possui, em sua maioria, composição homogênea, com alta diversidade de elementos naturais e essenciais, já que é enriquecida naturalmente pelos sais minerais retirados das rochas e sedimentos. Até chegar ao consumidor, a água passa por um longo processo de tratamento, que deve atender os padrões estabelecidos pela legislação. Entretanto, a rede de distribuição por onde passa a água tratada pode sofrer quebra e infiltração, por isso é importante que a água seja filtrada em casa.

Peça água mineral de qualidade na Bittencourt Cardoso!

Via Itati

Publicado em

Fogão à gás foi a grande inovação da cozinha nos anos 30

“O fogão a gás foi a maior inovação dos anos 30 no que diz respeito aos assuntos da alimentação”, avalia Sandro Dias, professor de história da gastronomia do Senac.

Livros e enciclopédias indicam que as geladeiras também começavam a aparecer nos idos de 1930, mas era item de luxo, assim como a água potável. Boa parte da população ainda conservava os alimentos a partir de técnicas de salga e cozimentos.

Com esse e outros aparelhos elétricos à disposição, as donas de casa passaram a economizar tempo, fator importante para o novo e agitado ritmo de vida da época. “Comparado aos fogões a lenha, os novos modelos a gás trouxeram praticidade. Por outro lado, a cozinha deixou de ser um elemento importante no convívio familiar. Elas eram pequenas e quase sempre relegadas à parte dos fundos das casas”, explica Dias.

Para além da vida privada, as mudanças na esfera pública corriam a olhos vistos. “O trabalhador não conseguia mais voltar para casa na hora do almoço, por isso muitos lugares passaram a servir comida caseira em botecos e lanchonetes que beiravam as fábricas”, conta o professor.

Ao que tudo indica, teria nascido daí, portanto, o esquema de “prato do dia” ou “prato executivo”, já que os almoços precisavam ser preparados de forma rápida e ao gosto da variada clientela de imigrantes. A pressa da vida urbana transformou também o hábito do cafezinho. Antes servido nas mesas, a partir dos anos 30 ele passa a ser consumido “em pé”, no balcão, mediante ficha comprada no caixa.

Gostou de saber sobre a origem desse letrodoméstico que tanto utilizamos? Conte para a gente! 😉

Via: Último Segundo – iG

Publicado em

Algumas regras que devem ser seguidas na hora de alimentar seu cão

A maioria dos cães ama comer, isso a gente sabe. Isso é ótimo e podemos usar a nosso favor, como por exemplo usar petiscos saudáveis para treiná-los (como a cenoura). Às vezes o cachorro não quer comer porque está se sentindo mal ou porque enjoou da ração, mas de maneira geral, os cães adoram comida. Os donos normalmente colocam a ração ou a comida da alimentação natural no pote, colocam o pote no chão e somente isso.

Mas, o dono consciente deve seguir algumas regrinhas básicas na hora de dar comida pro cachorro, para que o momento da refeição seja prazeroso, sem estresse, seguro e apropriado. Além disso, é um ótimo momento pra reforçar sua liderança.

Cuidados para alimentar seu cão corretamente

1. Verifique a quantidade

É comum os cães comerem tudo que é colocado na frente deles. Isso é bem típico de algumas raças como Bulldog Inglês, Labrador, Beagle, etc. Não é incomum ver cães obesos hoje em dia, justamente porque as pessoas colocam comida à vontade no pote do cachorro, inclusive sempre vão colocando mais e mais quando essa acaba. Sempre leia na embalagem da ração a quantidade diária correta de acordo com a idade e o peso do cachorro, e escolha sempre uma ração adequada à idade do cão (filhote, adulto ou idoso).

2. Permita que seu cachorro coma em paz

Não dê comida pro seu cão em um horário ou local muito barulhento, com muito trânsito de pessoas e muita bagunça em volta. Seu cachorro não vai conseguir relaxar dessa forma, pode até comer rápido demais e não digerir bem a refeição. Faça com que as crianças e possíveis visitas da sua casa respeitem o espaço do cachorro enquanto ele estiver comendo.

3. Não exercite seu cachorro logo depois de comer

Seu cachorro pode precisar fazer xixi e cocô logo depois de comer, mas espere pelo menos de 30 minutos a 1 hora depois dele acabar de comer pra poder passear com ele ou brincar com ele. Assim como as pessoas, os cães precisam de tempo pra digerir a comida apropriadamente depois de comer e passear, correr ou brincar com o cachorro logo depois da comida pode interferir na digestão, fazendo o cachorro vomitar, ter gazes ou ter uma congestão.

4. Não dê a sua própria comida ao cachorro

Os cães precisam de nutrientes diferentes dos seres humanos. Algo que pode parecer saudável e completo pra você, pode não ser pra ele. Ele precisa de nutrientes específicos que podem ser encontrados em rações de qualidade ou em uma alimentação natural acompanhada por um nutricionista veterinário

N Bittencourt Cardoso você encontra rações de qualidade para seu pet, que combinadas com uma alimentação adequada, pode trazer muito mais saúde e vitalidade para ele!

Via Tudo Sobre Cachorros